jusbrasil.com.br
17 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região TRT-24 : 0024041-77.2016.5.24.0066

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
2ª TURMA
Publicação
06/12/2016
Relator
RICARDO GERALDO MONTEIRO ZANDONA
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

VÍNCULO DE EMPREGO SOB O RÓTULO DE CORRETOR DE SEGUROS AUTÔNOMO.

Presentes os requisitos que configuram a relação de emprego, a inscrição na SUSEP não desnatura a tese de contrato de emprego, pois a reclamante, por todo o período contratual, submeteu-se ao comando do empregador. Evidenciada essa realidade fática, o comando legal do art. 17 da Lei n. 4.594/1964, também não é óbice à declaração de vínculo empregatício, cabendo destacar que o dispositivo citado somente tem razão de ser para os casos em que se está a tratar de verdadeiro corretor de seguros, autônomo, que exerce a atividade de forma livre e para diversas empresas. Desse modo, estão presentes os requisitos que configuram a relação de emprego com o primeiro reclamado (BRADESCO SEGUROS S.A.). Recurso dos reclamados não provido, no particular. MULTA DO ART. 477DA CLT. RECONHECIMENTO DE VÍNCULO EMPREGATÍCIO. A decisão que reconhece o vínculo empregatício possui natureza declaratória, de modo que a fraude perpetrada com a fi...
Disponível em: https://trt-24.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/412833383/240417720165240066

Informações relacionadas

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA : RR 155-50.2012.5.03.0009